25 de Setembro de 2022

Notícias

Conferência discute ações do Plano Municipal de Saneamento Básico de São Julião; entenda

Na manhã desta quinta-feira (25), foi realizada no auditório da Secretaria Municipal de Educação de São Julião, a Conferência Inicial para tratar sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico do município.

Com esforços da Prefeitura Municipal e da Secretaria de Meio Ambiente junto a Funasa, São Julião foi contemplada para receber a custo zero, o instrumento de planejamento municipal para a captação de recursos em prol de melhorias no sistema de abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e no sistema de drenagem de água.

A conferência foi direcionada pelo representante da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), Lucas Abreu. O momento veio com o intuito de sensibilização do contexto geral e dos objetivos que irão compor o plano municipal de saneamento básico de São Julião.

À nossa redação, o conferencista explicou do que se trata este plano. “O plano nada mais é que um instrumento de planejamento que vai possibilitar ao município captar os devidos recursos para ações ambientais. Já temos uma lei que diz que o município que não tiver este plano, não conseguirá nenhum tipo de recurso, então é condicional realizar todo este processo participativo”, afirmou Lucas Abreu.

A conferência inicial realizada hoje, tratou também de um dos processos que vai compor o plano, que é no diz respeito ao controle social onde a proposta é trazer a população para participar das discussões iniciais sobre saneamento junto à prefeitura.

Lucas menciona quais os próximos passo a serem dados. “Daqui por diante serão mais ações voltadas para São Julião. Vamos entregar informações sobre o diagnóstico do município com os principais problemas sobre o saneamento e propor as devidas soluções com estimativas de investimento e de onde o prefeito Samuel irá captar estes recursos”, finalizou.     

 O secretário de Meio Ambiente, Dr. Carlos Ramon, destaca como a parceria junto à Funasa irá contribuir nas ações do município.

“Pois bem, o presente plano tem o condão de estruturar de maneira técnica a realidade referente ao saneamento básico municipal. Donde, após a concretização de toda essa fase introdutória  de levantamento sistêmico, o município estará apto a captar recursos para a melhoria da realidade municipal na área do saneamento básico”, disse.

Além de Carlos Ramon, estiveram presentes prestigiando a conferência, o prefeito Dr. Samuel Alencar; a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Thaise Moura Fontes; o vice-prefeito, Dr. Leonardo Rocha; os secretários Welyda Ramos (Cultura), Valdinara (Educação), Ceicinha Araújo (Saúde), Ana Célia (Desenvolvimento Rural), Verônica (Infraestrutura); Professor Neto (Governo) e Júnior (Planejamento e Finanças); os vereadores, Acelino da Regina, Gracielda Lopes e João Neto Leal; o presidente de licitações, Dalton Rocha; a controladora geral, Maria Laurentina; representantes da Secretaria de Assistência Social; conselheiros tutelares; Andrea Franco e Lourival Barbosa.

Confira mais imagens:

PUBLICIDADE