22 de Maio de 2022

Notícias

Prefeitura de São Julião promove 1º Fórum Comunitário do Selo Unicef – Edição 2021/2024

A Prefeitura de São Julião, através do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, junto à Comissão Intersetorial do Selo UNICEF, realizou nesta última sexta-feira (04), o 1° Fórum Comunitário do Selo UNICEF – Edição 2021-2024, que traz como tema: “Investir no hoje, para garantir o amanhã”.

O Fórum aconteceu no Auditório da Secretaria Municipal de Educação, e contou com participação de diversos setores da gestão e da sociedade civil. Os protocolos de segurança em prevenção a Covid-19 foram seguidos.

A abertura do evento contou com o credenciamento, formação da mesa de honra composta pelo prefeito Dr. Samuel Alencar; vice-prefeito, Dr. Leonardo Rocha; articuladora do Selo UNICEF, Jade Alencar; mobilizadora do Nuca, Thays Cavalcante; representante do NUCA, Suellen; a representante da Câmara de Vereadores, Gracieuda Lopes; secretária de Assistência Social, Thaise Moura Fontes; representante do CMDCA, Plácida Silva; conselheiras tutelares, Sissi Deus e Fabiana Oliveira; secretária de Educação, Valdinara Almeida; secretaria de Saúde, Ceicinha Araújo; secretária de Cultura, Wellyda Ramos; secretário de Esporte e Lazer, Josean Pereira; coordenadora do Busca Ativa Escolar Louridanya; secretário do Meio Ambiente, Carlos Ramon Luz; secretário de Governo, Idelbrando Neto; representante da Comunicação, Jota Ferreira; a representante da Igreja Católica e sociedade civil, Alana e Cinthia Raquel.

Em continuidade, houve uma apresentação cultural e a apresentação da articuladora do Selo, dos membros da Comissão Intersetorial pelos Direitos da Infância e Adolescência e o NUCA. Seguidos dos pronunciamentos das autoridades municipais.

Iniciando os pronunciamentos, o prefeito Dr. Samuel Alencar, falou da importância do Fórum, e da realização de ações que melhorem a qualidade de vida das crianças e adolescentes, garantindo que o município alcance a certificação.

“Ao aderir ao Selo UNICEF, o munícipio assumiu o compromisso de assegura como prioridade políticas públicas para o público infantojuvenil, e aqui estamos. Vamos juntos trabalhar para que na nossa gestão essas politicas públicas, com ações de incentivo, valorização e proteção em defesa das nossas crianças e adolescentes, não fique apenas no papel, que ela saia com ações construtivas e efetivas que melhorem a qualidade de vida do nosso público-alvo. Conto com a colaboração de todos vocês!”, destacou o gestor.

O vice-prefeito, Dr. Leonardo Rocha, reafirmou o comprometimento da gestão na garantia dos direitos das crianças e adolescentes. “Promover políticas públicas de qualidade voltadas para garantia dos direitos das crianças e adolescentes é prioridade na nossa gestão. Vamos trabalhar todos juntos para alcançarmos a certificação”, disse.

A primeira-dama e secretária de Assistência Social, Thaise Moura Fontes, falou sobre a importância de priorizar os direitos básicos e incentivar as ações voltadas para as crianças e adolescentes, parabenizando todos os envolvidos nesta jornada.

“Quero parabenizar a todos que fazem parte dessa ação que é de suma importância, e dizer que eu estou a disposição para colaborar com o que estiver ao meu alcance. Vamos juntos colocar o Plano de Ação Municipal em prática e garantir o direito das nossas crianças e adolescentes”, pontuou.

A articuladora do Selo Unicef em São Julião, a assistente social Jade Alencar, apresentou a metodologia e o diagnóstico da situação das crianças e adolescentes do município, a metodologia, os indicadores de impacto social sociais e linha de base.

“Com compromisso e responsabilidade, seguimos empenhados em garantir os direitos das crianças e adolescentes, bem como executar o plano de ação e garantir os indicadores sociais. Esse encontro é de suma importância, a participação de todos vocês durante todo o processo será essencial. Agradeço a participação de todos e tenho certeza que alcançaremos o nosso objetivo”, destacou Jade.

As propostas dos resultados sistêmicos foram apresentadas por cada pasta responsável. Pautados sobre os indicadores de impacto social e propostas para o Plano de Ação. Ao final houve a apresentação das propostas para o Plano de Ação Municipal pelos direitos das crianças e adolescentes.

PUBLICIDADE

  • Secretária de Saúde, Ceicinha Araújo

  • coordenadora do Busca Ativa Escolar Louridanya

  • Psicóloga da Saúde, Leydiani

  • Conselheira Tutelar, Fabiana Oliveira

  • Subsecretária de Assistência Social, Flaviana Alzira

Os indicadores nos quais o município deve pontuar são sete no total: crianças de 1 ano vacinadas com a tríplice viral (D2), e Treta Viral (PNI\MS); alunos da rede pública de ensino fundamental que abandonaram a escola; escolas da rede municipal com acesso adequado à água e saneamento; adolescentes entre 15 e 17 anos que estão matriculados no Ensino Médio; nascidos vivos de gestantes com idade entre 10 e 19 anos; registros de casos de violações de direitos contra crianças e adolescentes completos no portal SIPIA; e de famílias cadastradas no Cad Único em acompanhamento pelo PAIF.

As mobilizadoras das secretarias e órgãos municipais, também fizeram o uso das palavras e reafirmando o compromisso das referidas pastas durante todo o processo e execução das propostas estabelecidas no Plano de Ação, não apenas pela certificação do Selo, mas pelos direitos das crianças e adolescentes. Durante a plenária, as propostas foram aprovadas.

Seguindo a programação, a mobilizadora dos adolescentes, Thays Cavalcante, e os adolescentes apresentaram o Plano de Participação Cidadã de Adolescentes (NUCA). O documento contem temáticas sugeridas pelo Selo UNICEF, ação discutida e elaborada pelo NUCA, prazos de realizações das ações e os órgão que serão responsáveis pela execução das atividades.

“O nosso objetivo é trabalhar em rede, envolvendo a participação cidadã e a gestão municipal em busca de bons resultados. Todas as atividades foram pensadas e elaboradas junto com os adolescentes”, explica a mobilizadora.

O Plano de Ação norteará o município ao longo desta edição do Selo UNICEF e, são a partir do diagnóstico situacional, que será mapeado as políticas públicas que estão sendo aplicadas no município e aquelas que ainda precisam ser efetivadas. Ao final do encontro, houve a entrega dos certificados.

Confira as imagens:

  •