15 de Abril de 2024 ACESSIBILIDADE: A+ A-

Notícias

São Julião encerra Semana do Bebê com momento de orientações e entrega de kits para gestantes

Encerrando a III Semana do Bebê de São Julião, que neste ano trouxe como tema: “O Trabalho Intersetorial no Pleno Desenvolvimento da Primeira Infância”, foi realizada na manhã desta sexta-feira (24), uma programação voltada para as gestantes do município, no Auditório da Secretaria Municipal de Educação.

O evento teve como objetivo principal conscientizar a população sobre a importância da primeira infância, promovendo ações e orientações sobre os cuidados necessários para o desenvolvimento da criança.

Inicialmente houve a composição da mesa de honra, apresentação cultural com o Xote das Meninas e apresentação das ações realizadas durante toda esta edição da Semana do Bebê.

Representando a gestão, a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Thaise Moura Fontes agradeceu a presença de todos, a parceria entre as secretarias, a organização do evento em nome da articuladora do Selo, Jade Alencar e ressaltou a importância do tema.

Paralelo a Semana do Bebê, a Educação Municipal também está desenvolvendo projetos escolares e na oportunidade, a secretária de Educação Valdinara Almeida convidou a todos para prestigiarem os alunos, visitarem as escolas, bem como falou da importância do evento que retrata um pouco das atividades desenvolvidas durante o ano letivo.

Em continuidade as gestantes participaram de um momento informativo e de orientações, através de uma roda de conversa com multiprofissionais que integram a gestão, abordando quatro eixos diferentes.

A psicóloga Débora Barros, falou sobre as fases e os possíveis atrasos no desenvolvimento infantil, com foco nas crianças de zero a dois anos.

“Durante a conversa falei sobre os marcos do desenvolvimento infantil, como a criança se desenvolve, as suas habilidades e como os pais podem ajudá-los a se desenvolverem, mas também falei sobre as quatro etapas do desenvolvimento infantil e destaquei os sinais que podemos perceber nos bebês que apresentam atrasos no desenvolvimento e orientei sobre a avaliação e ajuda profissional”, explicou.

A enfermeira Maria Eduarda falou sobre “A importância da vacina”, explicando: “A vacina é de suma importância nos primeiros anos de vida, visto que a imunidade do bebê ainda é frágil. Logo nas primeiras horas de vidas, inicia-se o quadro vacinal, dando continuidade a partir dos 2 meses até os 4 anos de idade. O leite materno pode colaborar por pouco tempo com a imunidade, desta forma, é necessário o comprometimento com cada fase do calendário vacinal”, disse.

“Aleitamento materno e nutrição infantil” foi o tema abordado pela nutricionista Yasmim Júlia. “Durante a palestra reforcei sobre o beneficio para as mães e bebês durante a amamentação e sobre os malefícios das que não conseguem amamentar, falei sobre as fórmulas lácteas e quais as melhores opções, para assim os bebês tenham um melhor desenvolvimento”, pontuou.

Representando os Conselho Tutelar, a conselheira tutelar Fabiana Oliveira falou sobre os direitos na primeira infância, e explica sobre o tema.

PUBLICIDADE

 

“No art. 227 é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária. Na apresentação destaquei o caso do Menino Bernardo Boldrini assassinado pelo próprio pai Leandro Boldrini o e pela Madrasta Graciele Ugulino, indagando para que possamos ouvir mais as nossas crianças e dá atenção para o que elas tem pra nos dizer. Transmitindo respeito, respeito, alegria, cuidado, atenção, carinho, paz e amor. Deixando claro as atribuições dos Conselhos Tutelares, quando chamar o conselho tutelar e as formas de denúncias”, disse.

Encerrando o momento de falas, a assistente social e articuladora do Selo UNICEF, Jade Alencar, peça chave para a realização da Semana do Bebê em entrevista ao Cidades Na Net, destacou a importância do evento.

“Estamos finalizando a III Semana do Bebê e quero agradecer a colaboração e presença de todos que participaram durante toda a semana neste trabalho intersetorial, com o objetivo de garantir o direito das nossas crianças. Esses trabalhos permitem que informações e cuidados especiais cheguem às gestantes, alunos, profissionais, às crianças, que são assistidas pelos programas da Assistência Social. É necessário que todos estejam em conjunto em prol da primeira infância, por isso com o trabalho colaborativo conseguimos realizar atividades lúdicas, projetos escolares, palestras, debates entre outros, por isso o sentimento é de gratidão por mais um evento concluído. Obrigada!”, finalizou.

Após a roda de conversa, foi realizada a entrega de enxovais para as gestantes, onde seis kits, contendo itens como banheira, fraldas, saída de maternidade e saboneteira, foram entregues às futuras mamães.

Por fim, acontecerá a entrega simbólica da chave do bebê prefeito. As gestantes e público presente ainda receberam lanche e puderam fazer fotos nos ambientes ornamentados pela organização do evento.

_Sobre a Semana do Bebê

A Semana do Bebê é um evento promovido pela Prefeitura de São Julião, através das Secretarias Municipais de Assistência Social, Saúde, Educação e Cultura, CMDCA, NUCA, Conselho Tutelar e comissão do Selo UNICEF.

A programação teve início na segunda-feira (20) e desde então atendeu diversos públicos como: profissionais da Assistência Social, Saúde, Educação, CMDCA e Conselho Tutelar; crianças de 03 a 06 anos do grupo Mundo Colorido; alunos da Educação Infantil, da Creche Irmã Maria Edamala e da U. E. Roldão de Alencar Bezerra e gestantes.

PUBLICIDADE

 

______________________________________

Matéria Relacionada: III Semana do Bebê trabalha o atendimento humanizado na rede intersetorial em São Julião; fotos

________________________________________

A Semana do Bebê é uma das principais estratégias do UNICEF para assegurar a atenção adequada a crianças de até 6 anos de idade. O objetivo é tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento infantil uma prioridade na agenda dos municípios.

Confira as imagens:

PUBLICIDADE